Como trabalhar no LinkedIn

Como trabalhar no LinkedIn
O LinkedIn começou como uma plataforma que fazia a ponte entre pessoas e empresas que
queriam se conectar para conhecer um pouco mais sobre cada um para se transformar em um
lugar onde milhares de pessoas sonham em trabalhar.
Com um ambiente de trabalho totalmente inovador e desafiador ao mesmo tempo, a
companhia é uma enorme possibilidade de sucesso e consolidação na carreira de jovens e
profissionais tarimbados nas mais diversas áreas.
Mas, como não poderia deixar de ser em uma empresa de sucesso, fazer parte da equipe de
colaboradores do LinkedIn é muito difícil. Seu processo seletivo, além de disputado, é bastante
complexo, e costuma deixar muitos candidatos qualificados no caminho.
Você tem as qualificações necessárias e sempre sonhou em trabalhar para uma empresa do
porte do LinkedIn, mas ainda não sabe como superar a concorrência e conquistar a tão
sonhada vaga? Então esse texto é para você.
Aqui, reunimos algumas dicas que tornarão as etapas do processo seletivo da companhia
menos desgastante e aumentarão suas chances de conquistar um lugar ao sol dentro da
empresa.
Invista em idiomas
É parte da cultura do LinkedIn enviar funcionários contratados em seu escritório brasileiro para
trabalhar em unidades nos Estados Unidos ou em diversos países da Europa. Por isso, se você
quer trabalhar na empresa, comece agora mesmo um curso de idiomas.
Candidatos sem fluência pelo menos em inglês largam em grande desvantagem durante o
processo seletivo, mesmo que se mostrem extremamente qualificados.
Adapte-se a constantes mudanças
O dinamismo é outro traço muito comum da empresa, o que significa que as coisas ali mudam
muito depressa. Isso quer dizer tanto a atuação do funcionário quando o departamento onde
ele atua, passando também por suas tarefas diárias.
Então, se você pretende se destacar na seleção, trabalhe o dinamismo e preparação para o
novo dentro de você. Profissionais estagnados e que não se adaptam muito bem a mudanças
não costumam ir muito longe nos processos seletivos da corporação.
Faça voluntariado
O trabalho voluntário não só é muito bem-visto durante a seleção para uma das vagas no
LinkedIn como também faz parte da cultura da empresa. Ali, os funcionários são incentivados a
desenvolver trabalhos que ajudem comunidades.
Por isso, se você não está habituado ao trabalho voluntário, comece a mudar essa realidade
agora mesmo.
Trabalhe sua criatividade
O LinkedIn é conhecido por dar bastante autonomia aos funcionários permitindo, por exemplo,
que eles montem sua grade de horário ou decidam trabalhar em esquema de home Office.

Para o candidato que deseja entrar na companhia, essa autonomia e liberdade podem ser
utilizadas para que a pessoa trabalhe sua criatividade.
Ao mostrar-se um funcionário pró-ativo, que trabalha para a resolução de problemas que
possam não ter sido diagnosticados há muito tempo ou que contribuam para o
desenvolvimento de soluções que otimizem processos pode ser muito bem visto.
O importante, em empresas inovadoras como o LinkedIn, é sempre pensar fora da caixa,
preparando-se para qualquer desafio que surgir.
Com esses conselhos, você pode conseguir a tão sonhada vaga na empresa que sempre ajudou
os outros a encontrar o emprego dos sonhos.

Comentários estão fechados.